Cádmio presente nos alimentos e cosméticos pode agravar o cancro da mama

Parece fruto de uma ironia, mas o facto é que o ato simples de embelezar o corpo, na esperança que isso nos torne mais atraentes, utilizando para isso cores e pós brilhantes que se colam aos nossos lábios e pele do rosto, podem comportar um risco para cancros hormono-dependentes. Um estudo recente desenvolvido por investigadores da Universidade Dominicana da California revelou que células de cancro da mama tornam-se mais agressivas quanto mais tempo forem expostas a concentrações pequenas de cádmio. Este metal pesado pode ser comumente encontrado nos cosméticos, água, água ou fumo do tabaco.

 

O que este estudo veio trazer a outros que já apontavam para este risco, é o facto de que, ao contrário do que se julgava antes, a exposição a esta substância torna-se perigosa mesmo em quantidades pequenas, desde que essa exposição seja crónica e continuada ao longo do tempo. Segundo a autora do estudo, a professora de bioquímica Maggie Louie, “muitos de nós estão expostos a níveis muito baixos de cádmio presente no meio-ambiente numa base diária, e a nossa pequisa mostra que mesmo pequenas concentrações deste metal por períodos prolongados de tempo podem causar o crescimento das células de cancro da mama”.

 

Este metal pesado tem a capacidade de interferir com os recetores de estrogénio das células mamárias, imitando o efeito do estrogénio. Dessa maneira interfere com o crescimento normal dessas células e em paricular promove o desenvolvimento das células de cancro da mama sensíveis à hormona. Os dados preliminares do estudo desta equipa de investigação mostram que a exposição prolongada ao cádmio aumenta a habilidade das células de cancro da mama em migrar e invadir outros tecidos através da matriz extracelular. O estudo descobriu que estas células expostas ao metal pesado expressam níveis mais elevados da proteína SDF-1, uma proteína associada à invasão do tumor e às metástases.

 

O cádmio entra nos nossos organismos principalmente através de alimentos contaminados (encontra-se presente nos fertilizantes à base de fosfatos), o fumo do tabaco, ou os cosméticos. Também se encontra em algumas tintas, brinquedos de plástico e baterias recarregáveis.

 

Referência:

Artigo no Sciencedaily.

One response to “Cádmio presente nos alimentos e cosméticos pode agravar o cancro da mama

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s