A quimioterapia pode promover o crescimento do tumor

Cada vez mais a investigação sobre o cancro se centra na importância do microambiente do qual depende para se desenvolver. De facto, um tumor tem inevitáveis dependências das condições que o rodeiam para se desenvolver. Um tumor tem necessidades energéticas como qualquer célula e embora o seu funcionamento biológico se tenha desviado de um comportamento altruista para outro individualista, continua a depender do ambiente onde está inserido para atingir os seus objetivos de crescimento e expansão descontrolada. Desse modo precisa de fatores de crescimento para proliferar, de uma rede de abastecimento para obter combustível para as suas sagazes necessidades energéticas, precisa de manter a inflamação local que lhe provê o festim de moléculas e sinalizações químicas que permitem estes mecanismos acontecerem. Algumas das estratégias atuais em investigação de combate ao cancro passa por interferir com os vários mecanismos biológicos dos quais o cancro depende para se desenvolver. Estrategicamente passa por flanquear o inimigo e isolá-lo até o destruir. Esta abordagem reconhece o valor da alimentação por ser um meio de fazer chegar poderosas moléculas presentes nos alimentos (predominantemente de origem vegetal) que em conjunto afetam grande parte dessas vias bioquímicas sem comprometer as células saudáveis. Um tratamento ideal seria aquele que conseguisse afetar as células de cancro sem afetar as saudáveis, ao mesmo tempo que modificasse as condições do microambiente de forma a dificultar ao máximo o crescimento dessas células, enquanto reforçasse as defesas naturais do organismo para combater a doença. Este cenário ideal encontra-se ainda por concretizar. Na realidade algumas vezes o que temos hoje disponível para tratar o cancro parece comportar-se exatamente ao contrário deste ideal.

Um estudo recente sugere que a quimioterapia utilizada para tratar o cancro poderá criar condições no microambiente para que este se desenvolva. Quando esta equipa de investigação liderada por Peter S. Nelson examinou células de cancro da próstata, mama e ovários de pacientes tratados com quimioterapia, observou que quando o ADN de fibroblastos (células constituintes do tecido conjuntivo) presentes no local do tumor é danificado pela quimioterapia, estes produzem uma proteína chamada WNT16B . Quando a proteína chega a níveis de concentração elevados promove o crescimento das células de cancro, facilita a invasão dos tecidos circundantes e ajuda essas células a resistir à quimioterapia. O conhecimento deste mecanismo, além de reforçar a importância que tem o meio ambiente do tumor para o seu desenvolvimento, é visto por estes investigadores como um acontecimento positivo. Segundo os mesmos, “este estudo confirma que as células saudáveis que rodeiam o tumor podem ajudá-lo a tornar-se resistente ao tratamento. O próximo passo será encontrar maneiras de modificar estes mecanismos de resistência para ajudar a tornar a quimioterapia mais eficaz”. Outro dos passos será encontrar um tratamento mais eficaz e que não provoque o problema que tenta solucionar. O desafio será “encontrar maneiras de modificar os mecanismos de resistência” que dificultam essa descoberta.

Referências:

http://www.nature.com/nm/journal/vaop/ncurrent/abs/nm.2890.html

http://www.medicalnewstoday.com/articles/248661.php

5 responses to “A quimioterapia pode promover o crescimento do tumor

  1. Olá… Só pela falta de comentários se denota a total estranheza de quem por aqui passa possui sobre os temas aqui tratados… Até deixei de comentar pois até parece mal só aparecer o meu avatar ali ao lado!

    Li ontem o estudo (mais um) em questão, que apenas comprova o que já muitos especialistas têm vindo a afirmar.
    A quimio não é tratamento! De resto sempre achei estranho o pessoal apelidar de “tratamento” a algo que destrói praticamente na totalidade o nosso magnífico organismo…

    Continuação e Abraços😉

  2. parabéns pela coragem e pelo trabalho de divulgaçao de verdades e alternativas aos tratamentos “convencionais”… cada vez mais pessoas estao a acordar para outras opçoes graças à vossa historia, obrigado😀

  3. Uma coisa que aprendi é que a neoplasia é uma forma que a célula tem para procurar imortalizar-se, nem que para isso, mate o corpo que a hospeda. As alternativas propostas pela ciência carecem de sintonia com os valores da vida, todavia, é o que se tem e, a despeito, do profundo desconforto decorrente da quimioterapia, é o que se tem e o que tem salvo a vida a muitas pessoas. Mas essa é apenas uma variável entre muitas outras. Mas há protocolos, assim como há diferentes tipos de cancro e este é um tema muito complexo, porém é sempre salutar conhecermos, embora de forma muito rudimentar, as conclusões de alguns estudos que se vão fazendo na área. Obrigado pela partilha.

    • Peço desculpa…mas como a ignorância existe…e é humana…permito-me dizer-lhe que o seu comentário reflete uma PURA IGNORÂNCIA sobre o que em Naturologia(Ciência de Medicina Natural) já se faz no campo do Cancro… Em Naturologia, mais propriamente em Medicina Celular os resultados são 100% de recuperação total, desde que o Paciente não caia nessa “armadilha” da quimioterapia…que o coloca num beco sem saída com um prazo apenas adiado para a sua morte…Pelos vistos o Paulo ainda vive nessa armadilha e ainda difunde… Que pena, não conhecer o outro lado…

      Abraço
      Oceano

  4. BEM HAJA PELA CORAGEM de mostrar estes estudos que existem tb alguns feitos pela universidade de harvard e muitos médicos bem sabem que a quimioterapia nada faz senão destruir todo o sistema imunológico quando seria de o proteger.Se soubesse há 3 anos o k sei agora nunca o teria feito,pois nao fez senão muito mais estragos provocando doenças atrás de doenças….obrigada gabriel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s