Nova imunoterapia eficaz no tratamento de cancro cerebral em modelo animal

steinman-nobel-laureate-explains-discovery-dendritic-cells_1

Ralph Steinman (1943-2011), prémio Nobel da Medicina de 2011 pela sua descoberta das células dendríticas e as suas funções.

Claramente vivemos um período de ouro das imunoterapias. Quase todos os dias nos chegam notícias de novos avanços neste campo de investigação aproximando-nos cada vez mais de um tempo onde os tratamentos para o cancro possam ser personalizados, eficazes e sem tantas consequências para a qualidade de vida das pessoas doentes. Este clima de “Renascimento” das terapias baseadas no próprio sistema imunitário do doente enquanto instrumento de combate ao cancro, tem-se reforçado desde que a 1ª vacina de células dendríticas foi aprovada para tratamento de cancro da próstata e o prémio Nobel da Medicina de 2011 foi atribuído postumamente a Ralph Steinman pela descoberta das células dendríticas em 1973. Existem hoje mais de uma centena de estudos clínicos em curso, com o objetivo de estudar a eficácia destes tratamentos.

121217152641-large

A proteína BiTE (bispecific T-cell engager) funciona como elo de ligação entre as células de cancro e os linfócitos T.

As notícias chegam-nos de uma equipa de investigadores da Duke Medicine. Esta equipa criou uma proteína artificial que estimula o sistema imunitário a combater o cancro. A proteína mostrou-se eficaz a tratar cancros do cérebro modelo animal. Os investigadores produziram em laboratório uma proteína com dois braços: um que se liga às células de cancro e outro que se liga aos linfócitos T, estimulando um ataque ao tumor. Em 6 de 8 ratos, o tratamento resultou em curas, de acordo com as descobertas publicadas na revista Proceedings of the National Academy of Sciences

sampsonDe acordo com John Sampson, neurocirurgião e um dos autores do estudo, “este trabalho representa o renascer de um conceito antigo no qual tendo como alvo o cancro com antigénios específicos do tumor poderá ser a forma mais eficaz de se tratar esta doença sem toxicidade”, e acrescenta: “O nosso agente terapêutico é entusiasmante porque funciona como um velcro, ligando os linfócitos T às células de cancro induzindo-os a destruir estas últimas sem efeitos negativos nos tecidos saudáveis circundantes”.

Sampson e os seus colegas focaram a sua investigação no tratamento por imunoterapia dos cancros cerebrais, por serem particularmente difíceis de se tratar. Mesmo com os tratamentos convencionais de cirurgia, radiação e quimioterapia, os glioblastomas são fatais, com um média de vida de 15 meses. Em vários tipos de cancro, as imunoterapias têm-se revelado promissoras mas apresentam ainda vários desafios a serem ultrapassados no seu uso clínico. Os tratamentos são difíceis de administrar em doses terapêuticas e e alguns casos podem estimular um ataque do sistema imunitário aos tecidos saudáveis. O que estes investigadores conseguiram foi conceber uma proteína (BiTE) que funciona como uma espécie de conector, ligando os linfócitos T aos seus alvos (através de um antigénio que se se encontra nos cancros, o EGFRvIII) aumentando assim a sua precisão.

“Uma das vantagens desta terapia é o facto de poder ser dada de forma intravenosa, atravessando assim a barreira sangue-cérebro”, diz Bryan Choi, outro dos autores do estudo. “Quando aplicámos a terapia sistematicamente a ratos, alcançou os tumores, tratando até tumores invasivos no sistema nervoso central”, acrescentou. Estas descobertas vão agora ser replicadas um estudos clínicos em humanos para se perceber a sua eficácia e eventualmente poder vir a ser utilizada no tratamento deste e de outros cancros.

Referências:

http://intl.pnas.org/content/early/2012/12/11/1219817110.abstract

http://www.eurekalert.org/pub_releases/2012-12/dumc-dmn121412.php

http://www.dukemedicine.org/

http://www.dukehealth.org/health_library/health_articles/cancer-vaccines-the-quest-continues

http://www.pnas.org/

http://www.nobelprize.org/nobel_prizes/medicine/laureates/2011/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s